combate ao covid-19 - geriatria - cuidados com idosos - porto alegre

Porque devemos usar máscaras no combate ao COVID-19

Hoje eu gostaria de estar falando um pouco do porquê da necessidade de utilizarmos máscaras no nosso dia-a-dia.

Começo fazendo uma comparação entre a Gripe A e a COVID 19, porque tanto a Gripe A como a COVID19 são causadas por um vírus, com sinais e sintomas de uma gripe.

Mas o que tem de diferença fundamental entre elas, além da COVID-19 ainda não ter vacina, é a capacidade de contaminação do Corona Vírus.

Vamos fazer novamente um comparativo com a Gripe A, quando um paciente é infectado, o vírus tem uma preferência, se adapta e se multiplica melhor nas Vias Aéreas Inferiores, ou seja, na parte do Pulmão. Então, quando o paciente fica doente e apresenta sinais de infecção, pois é o momento em que a doença se instalou, aí é que ele começa a ser transmissor, pois a carga viral (quantidade de vírus) é que faz a doença ficar mais grave. Só que até o momento da doença se manifestar, o vírus está se multiplicando na região inferior dos pulmões, então o indivíduo não transmite tão facilmente pelas vias respiratórias.

Esta é a fundamental característica da transmissão do Corona Vírus ser tão mais eficaz e eficiente (se é que podemos chamar assim), ele tem uma preferência pelas Vias Aéreas Superiores (VAS), ou seja, ele entra, infecta, se adapta e começa a se multiplicar enquanto ele está na parte superior das vias aéreas, basicamente entre o nariz e a garganta. 

Este é o principal motivo de, no momento atual e enquanto não houver vacina, a gente ter de usar a máscara

O indivíduo é infectado, começa com coriza, uma tosse, espirros e isso não tem grande significado, mas já é a quantidade de vírus que aumentou e por isso já está causando a doença. Mesmo somente com esses sintomas que são leves e comuns no nosso dia-a-dia o indivíduo já é transmissor.

As duas formas mais eficazes de nos garantirmos e protegermos do contágio é o uso de máscaras pois a via de transmissão é a via aérea superior e assim bloqueamos a porta de entrada e a lavagem frequente das mãos (OU álcool gel ou ainda Álcool líquido, desde que seja de 70%), pois o contágio neste caso ocorre quando tocamos em algum objeto ou superfície contaminada e acabamos levando esse vírus à boca, nariz ou olhos.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *